O reaproveitamento de garrafas Pet na construção de casas, móveis e objetos de adorno.

Líderes no setor de envasamento, as garrafas de polietileno tereftalato - a resina termoplástica que compõe o pet – vêm sendo recicladas e empregadas na fabricação de cadeiras, tapetes, linhas, cordas, vassouras e na construção de casas.

O trabalho estimula a coleta seletiva, diminuindo a quantidade jogada nos lixões e aterros sanitários, onde levariam cerca de 400 anos para se degradarem.

Segundo a Associação Brasileira de Embalagens PET, de um total de 270 mil toneladas do plástico que são consumidas, apenas 1/3 é reciclado.

Como solução de construção rápida e barata, a Casa PET pode ajudar a resolver o problema de déficit habitacional em várias partes do mundo, colaborando com a questão ambiental.

Estudiosos afirmam que - como barreira térmica - o Pet torna os cômodos das casas mais refrescantes, já que o sol não consegue propagar o calor através da parede.

O mesmo é possível dizer quanto à propagação do som.

Lideres comunitários vêm tirando crianças das mãos da marginalidade, ensinando-as a recolher, separar e fazer arte com garrafas Pet, preservando o meio ambiente, ajudando a manter as praias limpas.

Carmosa & Abreu

Fale conosco: amazoninterart@gmail.com